e continuando minha vida no jet set – viajar a cada duas semanas tá bem esquisito mesmo! – na madrugada de ontem cheguei em rio branco, no acre. assim como todos vocês, eu também fazia aquela piadinha de que o acre não existe. queridos, ele existe, mas é como não existisse. é longe de doer o ouvido. me explico: ainda não existem aerovias asfaltadas para o acre. tem avião, mas ele passa por uma aerovia de estrada de terra, turbulenta e tenebrosa. da próxima vez, não quero vir de tam, quero uma empresa de jipes alados. na meia hora que precede a aterrissagem, a dor de ouvido é extenuante. ando de avião desde os sete anos e nunca tive tanta vontade de pular do avião. coisas que só o acre faz por você.

mas antes de botarmos nossos pezinhos no acre, quero dizer que o povo aqui tem orgulho de ser brasileiro. brasileiro até chega antes. a viagem para nativos dura três horas e oito minutos. se você fala inglês, você chega atrasadinho: três horas e dez minutos. xenofobia na floresta. adoiro.

abertas as portas do avião no fabuloso (?) aeroporto internacional de rio branco, eu não precisei de cinco minutos pra levar as primeiras três picadas de mosquito. um jeito peculiar de dar boas vindas aos turistas.

o taxi do aeroporto até o centro da cidade, onde fica o hotel, deu quase 70 reais. alguém MIXPRICA porque, com tanto mato e tanto espaço, o aeroporto fica quase na bolivia? eu não entendi mesmo.

o melhor hotel de rio branco deve ser equivalente ao 45º melhor hotel de foz do iguaçu. como não poderia deixar de ser, logo me familiarizei com o cardápio, e ainda não tenho palavras pra dizer o que eu pensei quando li a opção bule de vitamina. pra lavar e passar uma meia, custa seis reais; pra lavar e passar uma bermuda, custa cinco. também não entendi.

comi, andei, passei calor, fiz compras, tentei entender o que o povo daqui fala e dormi. agora vou tomar banho pra poder sentir dor no joelho e mais um pouco de calor enquanto ainda tento entender o que as pessoas daqui dizem e sinto um pouco de saudade da minha casa.

beijos,
dre
DIRETAMENTE DO ACRE.

This entry was posted in Uncategorized. Bookmark the permalink.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s