Monthly Archives: October 2006

das coisas desgraçadas da vida… …acho que a pior delas é acordar antes de a lua descer. ou de o sol aparecer. ou enfim, antes de o meu relógio alcançar os dois dígitos am. u-n-f-a-i-r. Advertisements

Posted in Uncategorized | Leave a comment

sala de espera nada grande demais, nem espaçoso, muito menos arejado. paredes descascando, com restos de pregos e fitas adesivas, algum dia, prenderam algo na parede. uma janelinha pequena e sem grades, coberta por uma cortina que um dia já … Continue reading

Posted in Uncategorized | Leave a comment

relativizando as liberdades hoje, pensando melhor, acho que anarquia é uma coisa hipotética demais pra existir. um dia eu quis meu próprio sistema anárquico de jornalismo. odiava as regras, abominava a apuração tal como me foi ensinada, tinha calafrios ao … Continue reading

Posted in Uncategorized | Leave a comment

acho que as colunas são sequencias de vertebras injustiçadas pelos seres humanos. nunca vi ninguém agradecer pelo eixo que receberam. e nem tô falando de agradecer ao papai do céu pelo equilibrio, pela inteligência, pelas borboletas. estou falando de agradecer … Continue reading

Posted in Uncategorized | Leave a comment

pensando e planejando o fim desse ano, por motivos que vocês não vão saber, acabei por lembrar do fim do ano passado. foi uma virada da qual esse blog não teve notícias. eu estava na praia, ignorando completamente essa coisa … Continue reading

Posted in Uncategorized | Leave a comment

final infeliz mas eu nunca imaginei que você fosse assimvocê está levando sua imaginação a sério demaiscomo assim a sério? foi só um modo de dizerse você não sabe o modo certo, não digaok, então não digo.agora você já disse. … Continue reading

Posted in Uncategorized | Leave a comment

dia do sádico nada melhor para acordar bem em um dia de sol qualquer depois de sabe-deus-quantos-dias chovendo do que ter um momento único de sadismo com o mundo animal. dentro do box do banheiro se escondiam – provavelmente da … Continue reading

Posted in Uncategorized | Leave a comment